Homem é preso por tentativa de estupro de menor em Ponta Porã

0
1086

Por volta das 05 horas e 20 minutos desta segunda-feira (09), uma guarnição da Policia Militar foi acionada via 190 para se deslocar até a rua Mato Grosso Do Sul número 462 bairro Ipê I a fim de atender uma ocorrência de estupro de vulnerável, no local a comunicante/testemunha relatou que o autor é amigo da família e que anteriormente ele já teria morado de favor com ela e seu marido, que a comunicante estava na frente da residência junto com o autor identificado como Severino Ramos de 24 anos, onde estavam ingerindo bebidas alcoólicas e em dado momento o autor pediu para ir ao banheiro.

Ao retornar falou que ia ficar brincando com as crianças, sendo todas estas meninas, uma de 1 ano, outra de 6 anos e a maior de 11 anos, que estavam deitadas em um colchão no chão da lavanderia, que a comunicante/testemunha foi observar o que o autor estava fazendo e ao entrar na lavanderia viu o autor sentado no colchão com a vítima (Maria Isabel Silva De Oliveira) um ano e dez meses de idade, que a vítima estava no colo do autor, que o autor estava acariciando a vítima em suas partes intimas, que o autor não viu que mãe das crianças o estava observando, o autor então colocou a vítima de lado e disse para outra vítima: (deixa eu mexer na sua b……..) que o autor disse: não vai doer, e pegou a vítima (J. V. S. N. de seis anos de idade e passou a mão em suas partes intimas, que a vítima ainda disse para o autor parar mas o autor não parou, que neste momento a comunicante mãe das vítimas perguntou o que estava acontecendo e o autor disse que não estava fazendo nada e disse que já iria retornar na frente da residência, que a vítima chamou sua filhas na cozinha e relatou tudo a seu esposo e ligaram para emergência policial 190.

No local o autor, que já possui passagens por trafico de drogas e lesão corporal grave com perigo de vida, confirmou todos os fatos, onde recebeu voz de prisão e foi apresentado na primeira delegacia de polícia civil para providências cabíveis.

Comentários no Facebook