Preso no Paraguai é procurado pela Polícia Civil do RS

0
294

A polícia do Paraguai prendeu na tarde desta quinta-feira (12) o principal alvo da Polícia Civil do Rio Grande do Sul. Jackson Peixoto Rodrigues, conhecido como “Nego Jackson”, foi capturado na cidade de Pedro Juan Caballero, com três comparsas.

“Ele tem com certeza oito ou nove mandados de prisão. Era o nosso alvo número 1”, disse ao G1 o chefe de polícia do estado, delegado Emerson Wendt. “Ele tinha uma relação forte com a questão do tráfico de drogas.”

Dos quatro detidos, dois têm mandados de prisão expedidos: Jackson e um cunhado dele. Segundo o delegado Arthur Teixeira Raldi, além dos crimes cometidos no estado, a dupla era investigada pela Polícia Nacional Paraguaia por um duplo homicídio em Assunção. Durante uma operação em Pedro Juan Caballero, Jackson e os demais suspeitos foram encontrados com armas e documentos falsos.

“Imediatamente eles nos mandaram fotos e se verificou que um deles era o Jackson, e outro é membro da quadrilha dele que estava junto no Paraguai. Também possuía ordem de prisão por duplo homicídio e envolvimento em motivação no narcotráfico, as mesmas reputações feitas a ele aqui na Região Metropolitana”, disse Raldi.

O delegado ressalta que há um acordo de cooperação entre as polícias gaúcha e paraguaia. Em agosto do ano passado, um homem considerado um dos líderes de uma das principais facções criminosas do estado foi preso em Ciudad del Este.

A polícia espera que, caso não respondam pelos homicídios no Paraguai, os suspeitos que têm mandados de prisão expedidos no Brasil sejam levados ao Rio Grande do Sul. “Passamos imediatamente [à polícia paraguaia] todas as ordens de prisão que pesam contra ele e esses comparsas dele, para que eles não sejam soltos e não fiquem impunes”, diz.

Fonte: G1

Comentários no Facebook