SINJORGRAN reúne-se com jornalistas da fronteira

0
Atendendo pedido dos jornalistas de Ponta Porã, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais na Região da Grande Dourados (SINJORGRAN) reuniu-se no sábado pela manhã com profissionais de Ponta Porã, no auditório da Câmara Municipal. O encontro serviu para aproximar a entidade e se discutir as demandas da fronteira em relação ao exercício da atividade.
A necessidade de valorização da profissão, a importância de se prevenir contra a violência marcante na fronteira e que afeta diretamente o trabalho dos profissionais de comunicação, o papel que o SINJORGRAN pode desenvolver no sentido de amparar melhor esses profissionais, um trabalho de parceria com o Clube de Imprensa de Ponta Porã entre outros assuntos recorrentes pautaram a reunião.
Sempre em defesa de um jornalismo ético e responsável, o presidente do SINJOGRAN, Luís Carlos Luciano, colocou a entidade à disposição e falou sobre a capacidade de atuação do Sindicato, sua estrutura e atividades principais e ainda sobre a rede de apoio, articulação e troca de informações que fortalece quem é filiado.
“Do mesmo modo que no final do ano passado nos reunimos em Amambai, vir para Ponta Porã estava nos nossos planos. O que aconteceu foi que a solicitação de vocês antecipou a programação e estamos muito satisfeitos com essa aproximação”.
Como membro da diretoria da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), Luís Carlos também esclareceu dúvidas sobre os atuais critérios e procedimentos para a emissão do Registro Profissional pelo Ministério do Trabalho e da Carteira Nacional de Jornalista.
O convite para a reunião foi enviado para as redações pelo Clube de Imprensa de Ponta Porã e estiveram presentes Tião Prado, Giovani Cezar, Marcelino Nunes, Silvio Dias, Alice Fernandes, João Renato Flores, Eder Rubens da Silva, Leo Veras e Shakin Nunes. Pelo SINJORGRAN, além de Luís Carlos Luciano, participaram a vice-presidente Karine Segatto e o filiado Antonio Coca.
Por enquanto ficou decidido que o sindicato vai enviar frases de uma campanha de valorização dos profissionais para serem divulgadas nas rádios, jornais e sites da fronteira e elaboração de um projeto para promover um evento na fronteira, em parceria com o Clube de Imprensa, que poderá ter como tema principal a segurança dos profissionais de comunicação e que poderá ter a presença de um diretor da executiva da FENAJ.
 Fotos: Dora Nunes

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta