DJ italiano morre na Suíça por eutanásia

Fabo tinha 39 anos e estava cego e tetraplégico

0
Dj Fabo, antes e depois do acidente

O DJ italiano Fabo, 39 anos, faleceu nesta segunda-feira (27) após decidir pela eutanásia em um procedimento na Suíça, informou Marco Cappato, um dos líderes da Associação Luca Coscioni através de sua conta no Twitter.

“Fabo morreu às 11.40. Ele escolheu morrer respeitando as regras de um país que não é o seu”, postou o pesquisador. A associação que Cappato representa é uma das que lutam para que a Itália debata a lei sobre o fim da vida, que há anos está parada no Parlamento e que permite que os italianos optem, entre outras coisas, pela eutanásia.

Pouco antes do procedimento, Fabo havia publicado um novo áudio no Facebook, através da associação, em que falava sobre a sua situação.

“Finalmente cheguei à Suíça e infelizmente cheguei com as minhas forças e não com a ajuda do Estado. Queria agradecer há uma pessoa que pode me tirar desse inferno de dor, de dor, de dor.

Essa pessoa se chama Marco Cappato e eu o agradecerei até a morte. Obrigado Marco, muito obrigado”, disse o DJ.

O caso de Fabiano Antoniani, mais conhecido como DJ Fabo, comoveu a Itália durante as últimas semanas. O homem de 39 anos ficou tetraplégico e cego em 2014 após sofrer um grave acidente de trânsito. Nos últimos dias, Fabo fez diversos apelos para que os deputados italianos debatessem a chamada “lei do fim da vida”, que está tramitando na casa há mais de um ano.

No entanto, a medida sofre resistência e, pela terceira vez na semana passada, o debate sobre o projeto foi adiado.

Suíça 

Atualmente, apesar das fortes restrições, a Suíça vem recebendo cada vez mais italianos que desejam fazer a prática do suicídio assistido.

De acordo com dados do governo suíço, o país aceita apenas 10% das demandas. Elas são analisadas e metade delas tem seguimento. A eutanásia é feita sob uma seleção rigorosa e o próprio Fabo passou por exames tanto psicológicos como físicos.

Na Europa, mesmo com diferentes formas de aplicar e restringir a medida, a eutanásia é aceita na Holanda, Bélgica, Luxemburgo, Suécia, Suíça, Alemanha, Dinamarca, França e Grã-Bretanha.

Band

29 total views, 2 views today

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta