Marido espalha fotos de jovem nua em grupos de WhatsApp após descobrir traição

'Revenge porn' é crime e deve ser denunciado sempre

0
1173

Mais um caso de revenge porn (pornografia de vingança) chega à polícia de Mato Grosso do Sul. Desta vez, uma jovem de 24 anos de idade teve fotografias dela nua espalhadas em grupos de WhatsApp e denunciou o marido, de 33 anos, como principal suspeito. O episódio aconteceu em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande.

Segundo o registro policial, os problemas começaram quando uma terceira pessoa entrou no relacionamento. Esta outra mulher teria passado a mandar mensagens com ofensas para a jovem, e revelado ao marido dela um episódio de traição.

Ele, por sua vez, teria passado as fotos da mulher em situações íntimas para a ‘delatora’, que teria ajudado a espalhar as imagens nas redes sociais. A vítima ainda foi ameaçada de morte para não denunciar o crime à polícia. Mesmo assim, o caso foi registrado como ameaça e difamação e todos terão de conversar com o delegado.

Segundo o advogado Marcelo Crespo, doutor pela USP (Universidade de São Paulo) e especialista em causas envolvendo direito e tecnologia, o ‘revenge porn’, ou pornografia da vingança, é uma forma de violência moral com cunho sexual que envolve a publicação na internet e a distribuição com o auxilio da tecnologia, especialmente com smartphones, de fotos ou vídeos de conteúdo sexual explícito ou com nudez sem autorização.

“As vítimas quase sempre são mulheres e os agressores, quase sempre ex-amantes, ex-namorados, ex-maridos ou pessoas que, de qualquer forma, tiveram algum relacionamento afetivo com a vítima, ainda que por curto espaço de tempo”, explica.

Midiamax

Comentários no Facebook