Hospital Regional de Ponta Porã e banda do Exército oferecem musicoterapia aos pacientes

0
>

Na manhã dessa terça-feira, 18, músicos integrantes da Banda de Fanfarra do 11º Regimento de Cavalaria Mecanizado de Ponta Porã se apresentaram no Hospital Regional Dr. José de Simone Netto (Hospital Regional de Ponta Porã). A apresentação faz parte de um projeto de musicoterapia que integra a Semana do Exército Brasileiro em todo país. A atividade musical que é uma parceria entre alegria e aconchego aos pacientes internados e seus acompanhantes e o grupo de músicos visitou todas as enfermarias e o Pronto Socorro.

“Esse projeto é executado em várias cidades do Brasil onde visitamos não só hospitais, mas também escolas e outras instituições e o objetivo principal é levar alegria e conforto. Qualquer felicidade que uma pessoa venha a ter em um ambiente hospitalar é especial, e para nós oferecer esse tipo de atividade humanizada é também promover uma grande integração com outras instituições, mostrando mais ainda os nossos serviços”, disse o oficial de comunicação, Major Darwin Wallace Cristino, que na ocasião representou o tenente-coronel de Cavalaria Abelardo Prisco de Souza Neto.

Os instrumentos tocados foram selecionados de acordo com as regras do Hospital justamente para não causar incômodo aos pacientes. O som do violão, sax e clarinetes deram um tom da apresentação. O regente da banda, Tenente Péricles, explica que a fanfarra tem uma representatividade muito grande junto às forças do Exército, e que a função deles é justamente oferecer entusiasmo através da música. “Este projeto é muito especial, porque nos aproxima muito das pessoas, é um momento em que nós nos colocamos muito no lugar e situação do outro”.

A dona de casa Maria das Graças de Souza Lunas, de 51 anos, moradora de Tacuru, está internada em um dos leitos da ortopedia, devido a uma hérnia, e ficou bastante emocionada. “Desde que fui internada, percebi que estou bastante ansiosa querendo voltar logo para casa e para minha família, e ouvir essas canções me deixou mais calma, sem contar que eu fiquei muito feliz vendo o Exército fazendo esse tipo de atividade aqui no Hospital, que eles voltem sempre”, conta.

Música e saúde

É sabido que a arte e a música em ambientes hospitalares contribuem favoravelmente no tratamento dos pacientes. E essa parceria entre as entidades fortalece ainda mais os programas de humanização que têm sido implantados no Hospital Regional. A diretora de enfermagem, Giulia Stefanie Abreu Brey, disse que o projeto vai ao encontro do objetivo da nova gestão do Hospital, que é zelar pela qualidade no atendimento e estadia dos pacientes.

“Passar por essa experiência dentro de um hospital me tocou profundamente. Estou aqui há mais de três meses e não esperara ouvir música ao vivo. Fiquei muito feliz e agradecido porque essas canções me deram forças para continuar minha luta”, completou Leonardo Torales de 53 anos, paciente da Clínica Médica e morador em Ponta Porã.

Assessoria

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta