Homem de 39 anos é executado em frente a Lava-Jato

Testemunhas ouviram cinco disparos e aceleração de moto. Em princípio, quatro tiros atingiram Fávio. (Foto: Bruna Kaspary)

Flávio Guimarães Fernandes, de 39 anos, foi morto com pelo menos quatro tiros, na manhã desta quinta-feira (29), em frente ao lava-jato que trabalhava na Rua Odorico Mendes, no Universitária 2, em Campo Grande. Vítima tinha passagem por homicídio e há seis meses teve um irmão, assassinado.

Testemunhas disseram que ouviram aceleração de motocicleta após cerca de cinco disparos. Segundo informações preliminares quatro tiros teriam atingido a vítima.

Um vizinho de 25 anos, que teve a identidade preservada, disse que há cerca de um mês viu Flávio fugindo de um outro atentado no mesmo local. Ainda segundo a testemunha, há seis meses a vítima teve um irmão, assassinado. “Acho que vinham seguindo ele”, disse a testemunha.

Nesta quinta-feira, vítima estava de folga. O patrão estava dormindo na hora dos disparos e também não sabe o motivo de Flávio ter ido até o local.

Campo Grande News

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here