Unifil de Londrina é mais uma faculdade com interesse em curso de medicina em Ponta Porã

Reitor da Unifil, Eleazar Ferreira em visita ao prefeito Hélio Peluffo com procurador jurídico Ricardo Soares

 

O curso de medicina que será instalado em Ponta Porã está atraindo inúmeras instituições universitárias do Brasil para o município. Com a Unifil, Centro Universitário Filadélfia, já são quatro grandes faculdades dispostas a conduzir o curso de medicina em Ponta Porã, antes a Universidade Brasil de Ensino Superior, a Universidade Presbiteriana Mackenzie (com sede no Estado de São Paulo) e a Faculdade Estádio de Sá já estiveram em Ponta Porã em audiência com o prefeito Hélio Peluffo, quando apresentaram o desejo de vir ao município.

Na terça-feira, 24, o reitor da Unifil, com sede em Londrina no Estado do Paraná, Eleazar Ferreira esteve conversando com o prefeito Hélio Peluffo e demonstrou ao chefe do executivo pontaporanense, o interesse da Unifil em conduzir o curso de medicina em Ponta Porã. “A Unifil é uma instituição muito tradicional em vários cursos no Paraná e no Brasil e tem grande interesse no curso de medicina em Ponta Porã. A cidade oferece todas as condições para receber o curso de medicina e a Unifil vem com a intenção de ficar no município”, declarou o Reitor Eleazar Ferreira.

O Ministério da Educação efetuou um levantamento com intuito de identificar quais municípios teriam condições de receber os novos cursos de medicina. A ampliação dos cursos preservará a qualidade da formação médica nacional.

“Ponta Porã está entrando em um novo patamar na saúde pública do país. Teremos o fortalecimento da regionalização e descentralização da saúde. Nossa população só tem a ganhar. Especialidades, exames, diagnósticos, tratamentos já poderão ser feitos aqui tão logo aconteça a formação da primeira turma de médicos. É uma grande vitória população corumbaense”, disse o prefeito Hélio Peluffo.

De acordo com a coordenação do projeto, os municípios selecionados passaram por uma seleção criteriosa em relação à capacidade de saúde. Foram avaliados equipamentos existentes no município, quantitativo de leitos no município.

A previsão é que a entrega dos cursos seja feita em dezembro deste ano. “O próximo passo agora é abrir o edital de seleção de mantenedoras, no qual as faculdades serão selecionadas nesses municípios que assinaram o termo de compromisso”, disse o secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior do MEC, Henrique Sartori.

O processo deve durar oito meses. No Estado, três instituições oferecem o curso: Universidade Federal de MS (UFMS), Universidade Estadual de MS (UEMS) e Uniderp.

Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here