Operação conjunta da Polícia Militar, Guarda Civil e Polícia Civil visam diminuir os números de assaltos em Ponta Porã

Assessoria

Nesta quarta-feira, 02 de maio de 2018, após reunião no 4º BPM, por volta das 14h22min, as forças de segurança saíram com destino à área central de Ponta Porã, onde apoiadas pelos Agentes de Trânsito foi montado um Posto de Controle de na rua Deputado Aral Moreira, esquina com a rua Marechal Floriano.

No local foram abordadas sessenta (60) motocicletas de procedência estrangeira, quinze (15) motocicletas nacionais e cinco (05) veículos quatro rodas. Resultando em dez (10) motocicletas de procedência estrangeiras apreendidas e conduzidas ao pátio do DETRAN e um (01) condutor de motocicleta nacional foi notificado por não possuir Carteira Nacional de Habilitação.

A infração foi sanada no local, onde um condutor habilitado compareceu para retirar o veículo. As infrações de trânsito que levaram ao recolhimento dos referidos veículos foram: o condutor não possuir documentação de porte obrigatório do veículo, falta de emplacamento e o condutor não possuir Carteira Nacional de Habilitação.

Simultaneamente, na Av. Brasil próximo ao Parque dos Ervais, outro Posto de Controle de Trânsito foi montado onde foram abordadas quinze (15) motocicletas nacionais e trinta e cinco (35) estrangeiras, resultando em um total de onze (11) motocicletas estrangeiras apreendidas e encaminhadas ao pátio do DETRAN por infrações de trânsito citadas no texto acima.

Das 17h00min às 22h00min, foi realizada uma operação conjunta da Guarda Civil Municipal de Fronteira, Agentes do (SIG) da Polícia Civil e Polícia Militar, em vários pontos da cidade resultando em cinqüenta (50) veículos abordados, duas (02) motocicletas estrangeiras apreendidas próximo ao trevo da Cuia e dez (10) no Residencial Kamel Saad.

Operações como estas visam tiram de circulação, perigosos assaltantes que têm cometido vários assaltos à mão armada no comércio e crimes contra a vida, nesta faixa de fronteira, utilizando-se desta modalidade de veículo.

Outro objetivo esperado é o cumprimento do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), já que longas campanhas de conscientização têm sido realizadas pelo Poder Público, e mesmo assim muitos condutores insistem em desrespeitar a Legislação de Trânsito.

A Assessoria de Comunicação Social da GCMFRON

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here