Mesmo com dengue “controlada”, MS tem 8 cidades com alta incidência

Os casos de dengue têm diminuído significativamente em Mato Grosso do Sul, no entanto, oito cidades ainda mantém alta incidência da doença. Casos notificados foram divulgados no recente boletim epidemiológico no site da Ses (Secretaria de Estado de Saúde).

Em todo o Mato Grosso do Sul são 3.220 notificações da doença, conforme pesquisa com levantamento até o dia 20 de junho.

As cidades que mantém alto índice da doença são: Costa Rica, Três Lagoas, Selvíria, Coronel Sapucaia, Chapadão do Sul, Rio Verde de Mato Grosso, Jardim e Antônio João.

Conforme o boletim, a estratificação de risco para os municípios usa como ponto de corte valores de referência das taxas de incidência calculada com os números absolutos de casos suspeitos divididos pela população residente de cada município vezes 100.000 habitantes.

Assim, os municípios são classificados como de baixa incidência abaixo de 100 casos por 100.000 habitantes, moderada de 100 a 300 casos por 100.000 habitantes e alta incidência acima de 300 casos por 100.000 habitantes.

Costa Rica, Três Lagoas, Selvíria figuram com 610,6, 480,7 e 404,5 respectivamente no levantamento.

As demais cidades citadas entre as oito ficam com incidência entre 327 a 390.

Com média incidência estão 18 cidades de Mato Grosso do Sul. Já com baixa são 53.

Dourados está com baixa incidência. O município registra índice de 40,5.

Desde que ocorrem as avaliações, os anos que tiveram “pico” em MS de notificações da doença foram 2010 com 82.597 ao todo e 2013 com 102.026 casos.

Em 2011 e em 2012 os casos notificados ficaram entre 15 e 16 mil.

Após o ‘extremo’ que a doença atingiu em 2013, os casos notificados caíram para 9.256 em 2014.
O ano de 2015, o registro foi de 46.070 notificações, em 2016 foram 59.874, em 2017 foram 6.201.

Douradosnews

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here