Pediatras do Hospital Regional de Ponta Porã orientam sobre a importância da vacinação contra a Pólio e Sarampo

Campanha Nacional de vacinação contra a pólio e sarampo se encerra essa semana

Os médicos pediatras do Hospital Regional Dr. José de Simone Netto manifestaram seu apoio a Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite e Sarampo, que acontece até o dia 31 de agosto. Em Mato Grosso do Sul, o público-alvo são as crianças com idade de 12 meses a menores de 5 anos (4 anos,11 meses e 29 dias). Os pediatras do Hospital Regional de Ponta Porã destacaram a importância de manter a carteira de vacinação em dia para combater a circulação do vírus do sarampo na região da fronteira.

Com o início em agosto, a campanha tem o objetivo de combater o vírus que voltou a circular em 11 países das Américas em 2018. A Venezuela é o país com maior incidência da doença, concentrando 85% dos casos.

A médica pediatra Regina Maria Gattass Ferreira destacou a importância de combater o vírus do sarampo, já que é uma doença de fácil contágio. “Agora com a volta da circulação desse vírus no Brasil, voltamos a nos preocupar com o contágio dessa doença. O sarampo é transmitido por um vírus do gênero Morbillivirus, que se multiplica nas mucosas do nariz e da garganta de adultos e crianças. Este vírus é facilmente transmitido em pequenas gotículas liberadas ao tossir, falar ou espirrar, por exemplo”, explicou.

Sobre a forma de contágio do sarampo a médica esclareceu que a transmissão ocorre principalmente através do ar, quando uma pessoa infectada, tosse ou espirra e outra que se encontra próximo inala estas secreções.

“O melhor tratamento é a prevenção, e seguindo a carteira de vacinação as crianças geralmente tomam vacinas mês a mês até aos 9 meses. A tríplice viral de sarampo, rubéola e caxumba é aplicada aos 12 meses de idade. Nesse período tem um intervalo de tempo e muitos pais se esquecem que ao primeiro ano de idade a criança deve tomar a vacina, e agora com o surto de sarampo no País, é importante que não tenha esse esquecimento e que as crianças estejam imunizadas para combatermos o vírus em massa”, ressaltou a pediatra.

O esquema vacinal do Calendário Nacional de Vacinação é composto por três doses da Vacina Inativada Poliomielite (VIP), administradas aos dois, quatro e seis meses de idade, com a vacina oral poliomielite (VOP) aos 15 meses e aos quatro anos de idade nas campanhas. De acordo com os especialistas a vacina contra o sarampo, chamada de tríplice viral (SCR), contém vírus vivos enfraquecidos (atenuados) de sarampo, rubéola e caxumba sendo a primeira injeção, aos 12 meses de vida, com a versão tríplice viral, e a segunda dose, com 1 ano e 3 meses de idade, com tetraviral.

Parceria entre o Núcleo de Vigilância Epidemiológica do Hospital Regional de Ponta Porã e a coordenação de imunização do munícipio de Ponta Porã, resultou na vacinação dos pacientes internados na pediatria este mês após autorização médica.

Em Ponta Porã, a Secretaria Municipal de saúde disponibiliza a imunização em todos os postos de saúde no município.


Leonardo Cremer

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here