Foragido é preso em Ponta Porã 2 anos após matar o amante da esposa com quatro tiros

Ao fundo o corpo da vítima que foi morta com 4 tiros. (Foto: Rio Brilhante em Tempo Real)

Acusado de ter matado com 4 tiros, Vilmar Carlos Macena em março de 2016, em uma fazenda de Rio Brilhante, Paulo Cézar Gonçalves, de 36 anos, foi preso em Ponta Porã, cidade a 323 quilômetros de Campo Grande.

Paulo foi preso em sua residência, depois que a policia foi acionada para atender a uma discussão em família, no local. Mas durante checagens do nome do suspeito no sistema da policia, eles descobriram que havia um mandado de prisão em aberto contra o suspeito.

 O crime

Vilmar era funcionário da fazenda onde Paulo era gerente na época. O crime teria ocorrido após Gonçalves descobrir que a esposa mantinha um relacionamento amoroso com Macena. O crime ocorreu por volta do meio-dia do dia 07 de março de 2016 em uma lavoura de soja no interior da fazenda.

Paulo teria, segundo a polícia, perguntado se Vilmar tinha um caso com a esposa dele. Vilmar respondeu que não, porém, ainda assim Paulo o atingiu com vários disparos. Os tiros acertaram o lado direito do rosto, cabeça, mão direita e costas da vítima. Paulo fugiu do local logo em seguida, entrando em uma caminhonete.

Campo Grande News

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here