Hemonúcleo realiza Dia “D” de doação de sangue

Nesta quinta-feira, dia 06, acontece dia “D” em Saúde Bucal

Ação especial acontece nesta 5ª feira, dia 08, lembrando 30 anos de criação do Hemonúcleo

O Hemonúcleo de Ponta Porã realiza nesta quinta-feira, dia 08, o dia “D” de doação de sangue, lembrando ainda os 30 anos de criação do Hemosul no Estado de Mato Grosso do Sul. A partir das 07h, o Hemonúcleo estará recebendo doadores e convida toda a população a fazer parte da programação, a ser realizada até às 17h. A diretora da unidade, Dra. Patrícia Caetano, lembra que a doação de sangue salva vidas e nesta quinta-feira, o dia “D” reforça essa importância. A equipe do Hemonúcleo de Ponta Porã receberá a todos com coffee break e muita conscientização sobre os benefícios de quem faz doação.

Para doar sangue é preciso que você esteja munido de um documento oficial com foto, como a carteira de identidade ou de motorista. Os doadores precisam ter entre 16 e 69 anos segundo a nova lei da doação de sangue aprovada em 2013. Há uma ressalva para quem tem 16 e 17 anos: o menor de idade tem que estar acompanhado de pai ou mãe ou responsável legal, ou então pode retirar na unidade de doação um modelo de declaração, levar para mãe ou pai ou responsável legal assinar e então reconhecer firma desta assinatura.

Caso o menor de idade seja emancipado pode vir doar sozinho trazendo o documento de emancipação. Se for casado traz a certidão de casamento que já é suficiente para a liberação. Também é importante lembrar que a primeira doação somente pode ser feita até 60 anos. Acima desta idade, apenas para quem já é doador de sangue.

Embora a nova lei permita a doação de pessoas abaixo de 50 Kg, a Rede Hemosul-MS reserva-se o direito de aceitar apenas doadores com 55 kg ou mais, para a melhor utilização do sangue coletado e segurança do doador.

Intervalo de doação: homens podem doar até quatro vezes ao ano com um intervalo mínimo de dois meses. Mulheres podem doar até três vezes ao ano com um intervalo mínimo de três meses.

Doenças que impedem a doação: doenças hematológicas, cardíacas, renais, pulmonares, hepáticas, autoimunes, diabetes, hipertireoidismo, hanseníase, tuberculose, câncer, sangramentos anormais, convulsões, ou portadores de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue como Doença de Chagas, Hepatite, AIDS, Sífilis. Se estiver com gripe ou alergia deve esperar sete dias após sarar para doar sangue.

Medicamentos: alguns medicamentos impedem a doação. Portanto fale para o profissional de saúde que for lhe entrevistar os remédios que está utilizando. Vacinas: As vacinas impedem temporariamente a sua doação. Por isso, aproveite para doar sangue antes de tomar a dose de vacina.

Alimentação: Não esqueça: você deve estar bem alimentado para doar sangue. Como muitos pensam não se pode doar sangue em jejum. É diferente de quando vamos fazer exames laboratoriais de sangue, para os quais o jejum é recomendado. Mas você pode evitar alimentos com excesso de gordura quando vier doar sangue. É recomendado que se alimente bem, porém, de forma saudável.

Ponta Porã possui cerca de 21 mil doadores cadastrados, junto ao Hemonúcleo Regional, que atende os municípios de Aral Moreira, Antonio João, Amambai, Bela Vista, Coronel Sapucaia, Laguna Carapã, Paranhos, Sete Quedas e Tacuru, além do município vizinho de Pedro Juan Caballero (PY).

Os interessados em colaborar com a campanha de doação de Sangue devem comparecer na sede do órgão, localizado na Rua 07 de Setembro, Vila Luis Curvo – centro, munido de documento pessoal com foto. Maiores informações pelo telefone (67) 3431-6134/3432-0390.

A campanha de doação de sangue adotou o slogan: A vida é passageira e o nosso caminho indefinido. Ser doador, é prolongar a vida de alguém, que o destino decretou.

Assessoria

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here