Bandidos roubam carro de motorista de aplicativo para levar à fronteira em MS: ‘O carro era tudo o que eu tinha’

O motorista de 50 anos havia acabado financiar o carro e não tinha seguro. Ele investiu na função de motorista porque está com problemas de saúde e não tem mais condições de trabalhar.

Imagem Ilustrativa
Publicidade

Um motorista de aplicativo de 50 anos viveu momentos de terror na madrugada deste sábado (9) em Campo Grande (MS). Ele teve o carro roubado e ficou horas na mira dos bandidos, que disseram que só o libertariam quando o carro chegasse à fronteira com o Paraguai.

Segundo a ocorrência, o motorista foi acionado para uma corrida por volta 23h da noite de sexta (8), em frente à Unidade de Pronto Atendimento do jardim Leblon em Campo Grande, quando três homens entraram no carro e após poucos metros, anunciaram o assalto.

“Eles colocaram uma arma na minha cabeça, me vendaram, eu só soube onde estava hoje pela manhã”, relata. O homem ficou por mais de 5 horas na mira dos bandidos. Enquanto um levava o veículo, os outros dois ficaram vigiando-o em um matagal. “Eu ouvi eles dizendo que meu carro foi roubado para ser levado ao Paraguai e que eu só seria libertado quando ele cruzasse a fronteira”, conta.

“Eles me ameaçavam o tempo todo, tive medo de morrer. O carro era tudo que eu tinha, eu tinha acabado de financiar e não tive dinheiro para pagar o seguro, era o que eu podia fazer agora com os problemas de saúde”, lamenta.

A Associação dos Motoristas de Aplicativo em MS diz que, neste mês, já foram pelo menos 13 casos de assaltos contra motoristas de aplicativo em Campo Grande. No mês passado, a média foi de dois crimes por dia entre sequestros, roubos e assaltos.

G1

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here