Em Ponta Porã, integrantes da GCMFRON são treinados pela Guarda Civil Municipal de Dourados para operar pistola de choque

Publicidade

EM PONTA PORÃ, INTEGRANTES DA GCMFRON SÃO TREINADOS PELA GUARDA CIVIL MUNICIPAL DE DOURADOS-MS, PARA OPERAR A PISTOLA DE CHOQUE ELÉTRICO INCAPACITANTE NEUROMUSCULAR DA MARCA SPARK

QUARTA-FEIRA, 13 DE MARÇO DE 2019 – 13H00MIN – ASSECOM GCMFRON

Parceria firmada entre a Secretaria Municipal de Segurança Pública de Ponta Porã e a Guarda Civil Municipal de Dourados-MS, trouxe para Ponta Porã o Instrutor de Ensino Porfirio Arguelho Riveiro Junior e o Inspetor de 2ª Classe Nivaldo Gamarra, que durante os dias 12 e 13 de março, ministraram o curso de O Uso das Tecnologias não Letais na atuação Policial, teórico e prático, com carga horária de 20h/aula, para os integrantes da GCMFron. A parte teórica foi ministrada no decorrer do dia 12/03/2019 no Centro de convenções e a parte prática, na Fundação de Cultura e Esporte de Ponta Porã (FUNCESPP), onde os alunos do curso aprenderam a operar e realizaram disparo real com a pistola de choque elétrico incapacitante da marca Spark.

Os objetivos específicos do curso foram:
Capacitar os integrantes da GCMFron para operar a pistola de choque elétrico incapacitante neuromuscular da marca Spark, armamento não-letal homologada pelo Exército Brasileiro no final de 2011, a arma de fabricação brasileira Spark corta automaticamente a corrente após 5 segundos do momento do disparo, o que dificulta a ocorrência de choques prolongados de forma involuntária (a memória do dispositivo armazena os últimos 1.000 disparos, para que possa haver auditoria sobre seu uso). Além disso, libera 40% menos energia transferida durante o choque, suficiente para incapacitar temporariamente um indivíduo e com muito mais segurança, reduzindo ao máximo o risco de acidentes fatais durante as Operações Policiais desenvolvidas pela Guarda Civil Municipal de Fronteira-GCMFron;

Entender o conceito não-letal e a importância de técnicas que podem ser eficazes reduzindo o risco de mortes e lesões graves e preservando a vida de pessoas envolvidas em ocorrências policiais, inclusive do próprio policial; Diferenciar técnica, tecnologia, arma, munição e equipamento não-letal; Identificar na legislação vigente a importância do uso das técnicas não-letais; Conhecer as técnicas e equipamentos não-letais existentes no Brasil e no Mundo; Reconhecer as técnicas não-letais como algo possível e importante; Apontar as técnicas mais seguras de abordagem policial e resolução de conflitos, visando à preservação da vida própria e de terceiros; Aplicar corretamente as técnicas não-letais mais Adequadas às diferentes situações apresentadas; e ter uma visão de construção da paz e da preservação da vida.

O Secretário Mun. de Seg. Pública Marcelino Nunes de Oliveira acompanhou os treinamentos e afirmou que após esta etapa de capacitação, os tramites legais para a aquisição de cinco (05) pistolas Spark já estão em andamento e as guarnições de serviço da GCMFron farão uso imediato do equipamento no patrulhamento preventivo pelas ruas de Ponta Porã.

A iniciativa faz parte do plano de valorização e capacitação dos integrantes da GCMFron, que desde o inicio da administração do prefeito Hélio Peluffo Filho-PSDB, tem recebido os meios necessários para que a GCMFron esteja sempre apta à prestar um serviço de qualidade para a população pontaporanense, proporcionando a sensação de segurança aos munícipes e preservando o bem maior que um ser humano pode ter: a vida. A ação aconteceu em Ponta Porã-MS, cidade situada a 320 km da capital Campo Grande.

 

A Assessoria de Comunicação Social da GCMFron

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here