Ponta Porã discutiu violência contra mulher

Ponta Porã discutiu violência contra mulher

 

O município de Ponta Porã foi sede durante dois dias do Seminário “Fronteiras do MS e a violência contra a mulher: um olhar sobre a rede que temos em busca da rede que precisamos”. O evento contou com a participação das autoridades municipais, regionais e nacionais, sendo que depois das discussões foi elaborado um relatório.

As discussões começaram com palestra da professora-doutora Ana Maria Gomes, do Núcleo de Estudo de Gênero da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), que abordou o tema “Construção de Gênero e suas implicações na sujeição da Mulher à violência”.

Logo depois foi a vez do Dr. Paulo Ito, da Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia de Mato Grosso do Sul, tratar do tema “Contracepção de Emergência. Direito da Mulher e Dever do Estado”. Gracy Rojas, da Fiocruz/MS, tratou da “Violência contra a mulher nas fronteiras do Mato Grosso do Sul”.

Cláudia Araújo de Lima, da área técnica de saúde da mulher do Ministério da Saúde, abordou o seguinte tema na sua palestra: “Fronteira Brasil x Paraguai: articulação da rede de atenção às vítimas de violência sexual. Definindo estratégias para atender demandas semelhantes de uma população diversificada”.

Já Isis Dantas Menezes Zornoff Taboas, que é secretária especial de políticas para as mulheres do Gabinete da Presidência da República, falou sobre “Políticas públicas para mulheres e o enfrentamento da violência”.

A subsecretária da Mulher e da Promoção da Cidadania, da Secretaria de Estado de Governo, Dayana de Oliveira Arruda, que abordou o tema “Políticas de Enfrentamento à Violência contra a Mulher em Mato Grosso do Sul”.

Jadir Dantas, da Secretaria de Estado de Saúde, falou sobre a “Rede de Atenção à mulher e adolescente em situação de violência”. Em seguida, Estela Márcia Rondina Scândola, também da Secretaria de Estado de Saúde, discorreu sobre “Tráfico de Pessoas e as Fronteiras do Mato Grosso do Sul”.

O médico Patrick Carvalho Derzi discorreu sobre “Prevenção de Agravos resultantes da violência sexual. Como Ponta Porã atende essa demanda?”. Logo a seguir foi a vez do médico paraguaio Rubén Medina, diretor da XIII Região Sanitária do Paraguai, abordou o tema: “Violência contra a Mulher no Paraguai”.

Angélica Dalla Vechia Biolchi, auditora da Secretaria de Estado de Saúde, falou sobre o Comitê de Vigilância em Saúde Interfronteiriço e o seu papel na organização do atendimento à mulher vítima de violência.

No último dia do evento, Cláudia Araújo de Lima, do Ministério da Saúde, tratou da modelagem das redes de atenção integral para mulheres e adolescentes em situação de violência doméstica e sexual no contexto intersetorial. Em seguida foi realizada uma roda de discussões com os representantes das instituições que compõem a rede municipal de Ponta Porã, representantes do Paraguai e convidados. 

Reporter MS

Foto: Luiz Carlos