Acusados de matar e queimar corpo de Ludwig Max Pockel serão julgados dia 22

Está marcado para quarta-feira, dia 22, o júri do casal acusado de matar o técnico agrícola Ludwig Max Pockel, de 48 anos.

Conforme o pontaporainforma a juíza de direito Thielly Dias de alencar Pitthan, da 1ª Vara Criminal de Ponta Porã, declarou o processo saneado e apto para o julgamento na referida data, assim, dia 22, Franciele Salmázio da Luz e Nadir Ricardo, conhecido como “pica-pau” estarão sendo julgados pelo crime.

o caso:

SIG de Ponta Porã desvenda crime e prende acusados em menos de 24 horas

A polícia civil de Ponta Porã sob o comando do Delegado Alcides Braum encontraram através da confissão do preso até o momento identificado como Pica-pau, na noite desta quarta-feira (29), o corpo do engenheiro agrônomo Ludwig Max Pockel de 48 anos, que estava desaparecido desde a noite do último sábado (25) por volta das oito horas da noite quando foi visto pela última vez pelo filho dele e por outras pessoas antes de desaparecer.

Ludwig estava com uma moto que foi encontrada ao lado do corpo no distrito de Nova Itamarati, onde ele tinha um sítio que era arrendado e ele morava em uma casa na propriedade rural. Familiares disseram que o agrônomo foi assassinado a golpes de faca e depois do crime o criminoso ou os criminosos, pois o crime pode ter tido a participação de mais de uma pessoa, retirou combustível da moto e ateou fogo no corpo dele. Dois suspeitos de terem cometido o crime estão presos.

Ponta Porã, Principal, Últimas notícias

Deixe sua opinião

%d bloggers like this: