Mais um: Cadáver é descoberto com pequena carta assinada pelos Justiceiros da fronteira

O Médico legista Dr. Marcos Prieto responsável pela autopsia do corpo encontrado decapitado ao lado do batalhão da Polícia em Pedro Juan Caballero, apresenta indícios de ter sido torturado, tem corte profundo no peito e foi algemado, presume-se que tenha sido assassinado na tarde desta segunda-feira (27) pois não apresenta rigidez cadavérica.

Sua identidade ainda não é conhecida, pois não consta do sistema AFIS, portanto presume-se que seja brasileiro. Está descartado que seja o de nacionalidade paraguaia.

Mais mortes

Crime aconteceu no último sábado dia 24

Rogério Laurete Buosi de 26 anos, natural de Rondonópolis (MT) foi assassinado na cidade de Pedro Juan Caballero. A morte do brasileiro foi atribuído ao autodenominado “justicieiros de la frontera”, um grupo que age exterminado pessoas que estariam ligadas a crimes de furtos e roubos nas cidades de Ponta Porã e Pedro Juan.

Últimas notícias

Deixe sua opinião

%d bloggers like this: