Traficante paraguaio detido por autoridades bolivianas foi expulso do país

Narcotraficante paraguaio detido por autoridades bolivianas foi expulso do país vizinho

O paraguaio detido pelas autoridades bolivianas foi expulso do país vizinho e entregue à SENAD na fronteira. Ele é acusado de ser o líder de uma estrutura internacional de tráfico de drogas, desmontada pela SENAD durante a Operação Nilo em 2014.

O traficante Juan Carlos Da Rosa González (53), acusado de ser o chefe de uma organização internacional do tráfico, foi preso na Bolívia e, por exigência das autoridades paraguaias, hoje foi entregue à justiça de nosso país. Em abril de 2014, a Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) realizou a operação “Nilo”, que desarticulou uma quadrilha do narcotráfico e capturou várias pessoas e o cacique Juan Carlos Da Rosa González conseguiu fugir. Um mandado de prisão internacional foi emitido contra ele.

Ontem, agentes especiais da Bolívia informaram a seus sócios da Senad que detiveram o fugitivo e hoje foram entregues à zona de fronteira com um casaco. Segundo relatórios recebidos das autoridades bolivianas, Da Rosa González tem um histórico de tráfico de drogas naquele país em 1995, no âmbito da operação “Esperanza” que permitiu o desmantelamento de uma organização dedicada ao narcotráfico na Bolívia, à qual foi ativamente vinculados. Em 2012, ele havia liderado o sequestro de um ex-senador boliviano. Da Rosa vivia na Bolívia, mas escondido, até ontem foi preso e colocado à disposição das autoridades paraguaias que o exigiam desde 2014.

Deixe sua opinião

%d bloggers like this: