Procurado por homicídio na fronteira é preso em Portugal

Foragido há uma década acusado de assassinar uma pessoa e deixar outras duas feridas durante festa na fronteira do Paraguai com Mato Grosso do Sul, Aldori Antonio Bitencourt, foi preso nesta quinta-feira, dias 11 de agosto, em Portugal.

Aldori tem nacionalidade paraguaia e brasileira e estava com mandado de prisão internacional para fins de extradição emitido pela Justiça do país vizinho. De acordo com o site Campo Grande News, os crimes ocorreram em Curuguaty, cidade a 80 km de Paranhos, em Mato Grosso do Sul, no Departamento de Canindeyú.

Segundo policiais paraguaios, Aldori Bitencourt foi preso pela Interpol (polícia internacional) no aeroporto de Lisboa, quando se preparava para embarcar para a Espanha.

O chefe da Interpol no Paraguai, comissário Nicolás González, disse que a localização do foragido foi informada pela polícia brasileira. Aldori tinha conseguido emitir passaporte no Brasil com nome de Aldo Samaniego Bitencourt e pretendia chegar à Espanha para pedir nacionalidade espanhola.

A polícia paraguaia não informou para qual presídio Aldori foi levado, nem mesmo os nomes das vítimas. A cidade de Curuguaty fica encravada numa região dominada pelo narcotráfico. É base de vários grupos criminosos que atuam na linha internacional.

Deixe sua opinião

%d bloggers like this: