MP pede prisão de suspeito de matar radialista na fronteira

O procurador Pablo Zárate, disse que o Ministério Público do Paraguai pediu a prisão de Mauricio Miguel Recalde, principal suspeito pela morte do radialista da Rádio Amambay, Humberto Coronel, 33. 

A vítima foi atacada pelo pistoleiro no dia 6 de setembro, quando deixava a emissora que trabalhava. 

Em entrevista à imprensa paraguaia, o fiscal citou o pedido, porém, o homem segue foragido. 

“Foi solicitada a ordem de prisão [de Mauricio Miguel] a nível nacional e também internacional”, disse à Rádio Monumental, de acordo com o jornal paraguaio ABC Color.

A acusação contra o suspeito se baseia em imagens coletadas pela polícia de câmeras do circuito interno dos locais próximos onde ocorreu o atentado. Na análise dos vídeos, Zárate citou “alto percentual de características similares” do suspeito ser o rapaz. 

Também foi pedido quebra do sigilo telefônico dos aparelhos apreendidos durante ação realizada na semana passada em busca do acusado pelo crime. 

Ainda de acordo com o ABC Color, policiais paraguaios trabalham com a possibilidade de Mauricio ter passado para o lado brasileiro de fronteira, usando possivelmente uma outra identidade. 

Douradosnews*

Deixe sua opinião

%d bloggers like this: