Bolsonaro não reconhece vitória de Lula e fala que vai “cumprir” a Constituição

0
0
Banner 300x250

O presidente brasileiro quebrou o silêncio dois dias após as eleições brasileiras, mas não reconheceu sua derrota e descreveu o processo eleitoral como “injustiça”

O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, não reconheceu a vitória de Lula da Silva nem o parabenizou em seu primeiro pronunciamento após conhecer os resultados das eleições deste domingo que deram vitória ao seu adversário . Dois dias depois das eleições, Bolsonaro não reconheceu sua derrota e agradeceu aos cinco milhões de brasileiros que votaram nele, mas classificou o processo eleitoral de “injustiça”.

Além disso , ele mostrou apoio as manifestações “pacíficas” que estão sendo realizadas em todo o país em protesto contra os resultados, mas garantiu que cumprirá os “mandamentos” da Constituição. “As manifestações pacíficas serão sempre bem-vindas, mas nossos métodos não podem ser como os da esquerda, que sempre prejudicaram a população”, declarou.

“Precisamos de liberdade no país, nossa força e valores: ‘Deus, país e liberdade'”, continuou. “Temos várias lideranças no Brasil e estamos mais fortes do que nunca e somos ‘Pela ordem e progresso’, mesmo enfrentando qualquer situação. Superamos uma pandemia, fomos rotulados como antidemocráticos e contrários aos meus assediadores, sempre joguei dentro da Constituição e nunca censurei a mídia ou as redes sociais”, assegurou.

Bolsonaro garantiu que continuará cumprindo os “mandamentos” da Constituição. “É uma honra continuar sendo o líder de milhões de brasileiros que defendem a liberdade econômica, religiosa, de opinião, honestidade e as cores de nossa bandeira”, concluiu sua aparição no Palácio Presidencial do Brasil.

Relacionado

Deixe sua opinião