Professor é espancado e polícia recusa atendimento em Pedro Juan Caballero

Professor denuncia agressão física contra ele e um vizinho que tentou socorrê-lo.

As vítimas foram identificadas como Prof. Wilfrido Cáceres e Rosa Sara Espinola Estechez, 30 anos. Eles denunciaram que foram vítimas de espancamento e agressão física por vizinhos que foram totalmente identificados por eles. Acrescentaram ainda que na comissária onde se dirigiram para relatar o ocorrido, os polícias não acataram a denúncia.

O fato ocorreu nesta domingo (19) na cidade Paraguai de Pedro Juan Caballero fronteira com Ponta Porã MS (distante 360 quilometros de Campo Grande).

1 Comment

  • esta na ora da embaixada brasileira tomar providencias pois ali nos brasileiros e quem trabalha mesmo tendo documentos somos espancados e agredidos pela policia paraguaia, para ele o importante e extorquir dinheiro não importa quantia, agora preservar a ordem e manter a ordem passa longe dali.

Deixe sua opinião