Suspeito de ser o ‘Maníaco da Lanterna” é capturado em operação policial na rodovia MS-384

0
2917
Banner 300x250

Um desdobramento chocante veio à tona recentemente, quando a equipe da DEPOL recebeu informações através do Boletim de Ocorrência da Equipe DOF em decorrência da Operação Horus, em parceria com a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública do Mato Grosso do Sul e o Ministério da Justiça e Segurança Pública, uma denúncia anônima levou a guarnição Grifo a avistar um indivíduo em atitude suspeita na rodovia MS-384, conhecida como “Matinha”. Ao perceber a aproximação da viatura, o suspeito tentou fugir adentrando a mata. Após ser capturado, identificou-se como R.V.F, residente no Distrito de Nova Itamarati.

Durante a revista pessoal, foram encontradas duas munições calibre 38 de origem estrangeira em seu bolso frontal direito da calça. Questionado sobre as munições, Ramão afirmou que eram suas e justificou suas ações com relatos perturbadores sobre sua vida pessoal. Alegou ser desprezado pelos vizinhos e familiares, buscando uma mulher e filhos para garantir sua herança e evitar que seu irmão se beneficiasse dela. Alegou ser esquizofrênico e mudou sua versão várias vezes durante o interrogatório. Quando questionado sobre a localização da arma, afirmou que estaria escondida no fogão de sua residência.

A entrada na casa foi autorizada por Ramão, mas a busca realizada não obteve sucesso em encontrar a arma mencionada. Ao ser questionado sobre suas idas frequentes à mata, ele afirmou que ia buscar lenha e que utilizava as munições para defesa pessoal, pois morava sozinho e tinha amizade com algumas pessoas. Em meio a apelos por uma chance e alegações de que não cometeria mais tais atos, Ramão foi encaminhado ao 1º Distrito Policial de Ponta Porã sem apresentar lesões aparentes. Este boletim foi confeccionado seguindo as determinações da autoridade policial.

Relacionado

Deixe sua opinião