Novo RG é grátis e começou a ser emitido hoje em MS; confira o passo a passo

A população deve realizar o agendamento online no site da Sejusp/MS e comparecer na data marcada em uma das agências

0
159
Banner 300x250

Em cima do prazo dado pelo governo federal,  Mato Grosso do Sul começou hoje (11), a emitir o ‘Novo RG’. Toda a população deve tirar a Carteira de Identificação Nacional (CIN), que será gratuita e não terá distinção entre o nome social e nome do registro civil, com a adição do campo nome social.

No novo documento constará apenas o número do CPF, já que todas as informações pessoas e intransferivéis estarão em um único banco de dados. Com isso, a probabilidade de fraudes é menor, visto que antes era possível que a mesma pessoa tivesse um número de RG por estado.

Cabe destacar que a emissão do novo documento é gratuita, tanto para quem já tem a identidade antiga ou para irá tirar pela primeira vez, será gratuita. O secretário adjunto de Estado de Justiça e Segurança Pública, Coronel Ary Carlos Barbosa, destaca que essa é mais uma conquista da população.

“O novo RG trará mais segurança, dificultando as fraudes e colocando Mato Grosso do Sul em um nível cada vez mais elevado”, destaca.

Confira o passo a passo para tirar o ‘Novo RG’:

O caminho para a nova Carteira de Identidade continua o mesmo. As pessoas devem agendar de forma online a emissão pelo link: http://servicos.sejusp.ms.gov.br.

  • Acesse o site http://servicos.sejusp.ms.gov.br;
  • Clique em 1ª ou 2º emissão do RG;
  • Selecione um posto de atendimento mais perto de sua residência;
  • Escolha o melhor dia e horário;
  • Preencha os campos obrigatórios;
  • Digite os caracteres de segurança;
  • Confira se o protocolo com o agendamento chegou no email cadastrado.

Documentos necessários

É necessário ter em mãos os seguintes documentos obrigatórios:

  • CPF;
  • Certidão de Casamento/Divórcio ou Certidão de Nascimento;

Já os documentos opcionais são: Certidão de Naturalização, NIS, PIS, PASEP, tipagem sanguínea, título de eleitor e outros.

cidadania e respeito às pessoas Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais, Queers, Intersexos, Assexuais e Outras (LGBTQIA+) e fazem parte do compromisso do governo federal com políticas públicas voltadas a esse público. 

Por fim, o secretário de Governo Digital, Rogério Souza Mascarenhas, reforça que as alterações no novo documento vão retratar com mais fidelidade o cidadão brasileiro.

“Teremos um documento inclusivo em todo o Brasil. Pretendemos que esse seja um instrumento que permita a reconstrução da relação de cidadania entre o Estado e o cidadão, que a gente saiba com quem que a gente está falando e que essa pessoa possa exigir do Estado seus direitos e cumprir seus deveres, além de ser reconhecido como uma pessoa”, finalizou Mascarenhas. 

Relacionado

Deixe sua opinião