Campanha sobre arritmia cardíaca realiza mais de 100 atendimentos no Hospital Regional de Ponta Porã (MS)

Evento marcou o Dia Nacional de Prevenção de Arritmias Cardíacas e Morte Súbita
O Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, em Ponta Porã (MS), em parceria com a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) e Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (Sobrac), recebeu na última terça-feira (12/11) a campanha ‘Coração na Batida Certa’, em comemoração ao Dia Nacional de Prevenção de Arritmias Cardíacas e Morte Súbita. O evento foi realizado no estacionamento da recepção social do hospital e teve objetivo de conscientizar e levar prevenção à população sobre doenças cardiovasculares e arritmias cardíacas. O hospital é gerenciado pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) do Mato Grosso do Sul.

“Durante a ação disponibilizamos testes de verificação do índice de massa corporal, circunferência abdominal, glicemia, ausculta do coração, pressão arterial e orientação e conscientização para prevenção de doenças cardiovasculares e arritmias cardíacas e palestras. Nosso intuito é prevenir essas doenças que são as maiores causas de morte no mundo e com os atendimentos levar alerta e informação à população”, explicou o organizador do evento, João Fernando Esteves Neves.

Sueli Cunha, 54 anos, elogiou a ação. “A iniciativa é ótima, pois muitos nem sabem que têm alguma alteração no coração e que precisam de tratamento”, disse. Para outra participante da ação, Rosy Carvalho, 51 anos, a campanha é fundamental. “Esse tipo de ação incentiva e alerta. Tenho pressão alta e preciso ter cuidado redobrado. É importante que outros recebam esse alerta com a saúde”, comentou.

Campanha – O Dia Nacional de Prevenção das Arritmias Cardíacas e Morte Súbita é comemorado anualmente em 12 de novembro, com a missão de divulgar e alertar a população e profissionais sobre os principais sintomas de uma arritmia cardíaca, doença que acomete mais de 20 milhões de brasileiros e é responsável pela morte súbita de mais de 320 mil pessoas todos os anos.

No Brasil, a cada dois minutos uma pessoa morre em decorrência da morte súbita. Por ano, são 300 mil brasileiros acometidos pela doença. Com incidência maior no sexo masculino, em 80% dos casos a morte súbita está relacionada com a doença arterial coronariana – entre 80% e 90% dos casos de morte súbita são provocados por arritmias cardíacas.

Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *