Prefeito Hélio Peluffo vistoria obras do contorno viário

Sistema de drenagem vem sendo implantado com colocação dos tubos da galeria celular de concreto

“É uma obra muito aguardada e merece todo nosso cuidado, assim como todas as obras realizadas pela nossa administração. O contorno viário vai mudar o perfil econômico na região por onde passará, o desenvolvimento vai acelerar e os bairros crescerão com a chegada dessa obra” disse o prefeito Hélio Peluffo, ao vistoriar a execução da implantação dos tubos do sistema de drenagem em trecho do futuro contorno rodoviário. “Fui verificar a instalação da galeria celular de concreto armado que garante a travessia sobre o Córrego Pegua Jho. O trecho de 8 km tem uma ponte e duas travessias. Obra em andamento, afirmou o prefeito.

Hélio Peluffo lembrou que o contorno viário resgata um compromisso assumido com a população de Ponta Porã e com apoio do governador Reinaldo Azambuja “estamos realizando a obra, uma das mais aguardadas pela população nos últimos anos”, frisou o prefeito Hélio Peluffo. “É um investimento superior a R$ 22 milhões”, complementa.

O anel rodoviário de Ponta Porã vai tirar os veículos pesados do centro da cidade, aumentando a segurança e garantindo a fluidez do trânsito. “Vamos tirar o trânsito pesado do centro. É um sonho antigo de todos aqui da fronteira, em especial aqui de Ponta Porã. E junto com isso, outros investimentos. Vamos recapear mais avenidas, estamos entregando as patrulhas mecanizadas para os agricultores da agricultura familiar, estamos investindo nessa parceria na saúde, para levar a saúde mais próxima das pessoas. Isso mostra o governo presente e parceiro dos municípios”, disse.

Dentro do cronograma estabelecido para execução de todas as etapas do contorno viário de Ponta Porã, que ligará as rodovias BR 463 e MS 164, nos dois extremos da cidade, o prefeito Hélio Peluffo assinou a ordem de serviços e os trabalhos do trecho norte, da MS 164 à rua Vital Brasil no bairro Gui Vilela, e desta rua à rua Guia Lopes, já no bairro São João estão em execução. As obras dessa primeira etapa estão em plena execução. São 8 km que vão integrar a cidade, desviar o trânsito pesado e reorganizar o crescimento urbano.

Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *