Polícia confirma prejuízo ao crime organizado com destruição de 25 toneladas de drogas

Forças de segurança que atuam em Mato Grosso do Sul destruíram pouco mais de 25 toneladas de entorpecentes apreendidas no estado. A ação confirma o prejuízo causado ao crime organizado que faz do território sul-mato-grossense um dos principais corredores do tráfico na América do Sul, por conta das fronteiras com Paraguai e Bolívia, respectivamente os maiores produtores de maconha e cocaína do mundo.

Em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, o DOF (Departamento de Operações de Fronteira) incinerou 15,2 toneladas apreendidas desde o dia 15 de dezembro do ano passado até agora. O procedimento foi realizado na fornalha de uma indústria da cidade. Ao todo foram destruídas 15.291,770 quilos de maconha, 920 gramas de cocaína, 1,320 quilo de haxixe, 16,6 gramas de crack e mais 220 gramas de outras drogas.

Por sua vez, a Polícia Federal, com apoio da Força Nacional e da Prefeitura Municipal de Naviraí, realizou a incineração de aproximadamente nove toneladas de entorpecentes. A maior parte se constituía em maconha apreendida em diversas ações policiais na região de fronteira nos municípios sul-mato-grossenses de Eldorado, Iguatemi, Itaquiraí, Japorã, Jateí, Juti, Mundo Novo, Naviraí, Sete Quedas, Tacuru, além da própria cidade de Naviraí.

MIDIAMax

🔥41

Deixe sua opinião