HOMENAGEM DA ACADEMIA PONTAPORANENSE DE LETRAS À IMORTAL TEREZINHA PEREIRA

A poetisa Terezinha Pereira da Silva, ocupava a Cadeira N° 12 da Academia Pontaporanense de Letras. O Patrono é José de Alencar. Nossa “Flor do Araripe” foi uma mulher forte, emblemática. Firme em seus posicionamentos. Doce na escrita, sempre acolhedora, com ensinamentos.

Ativa, participante, idealista, dentre seu legado consta como uma das fundadoras da Academia Pontaporanense de Letras . Na área da Educação exerceu diversos cargos e funções que vão desde a educação infantil à coordenação e direção de estabelecimentos de ensino. Como professora universitária, por meio de suas aulas de filosofia deu sua grande contribuição na formação de grande parte dos advogados e pedagogos em nossa cidade. Na evangelização e no trabalho social deixou marcas incontestáveis.

Fica aqui a nossa eterna Gratidão pelo privilégio do convívio. Aos familiares e amigos votos de consolo emanados pelo Pai Eterno.

Descanse em paz, nossa confreira!

Que Deus a acolha com toda bondade, misericórdia e generosidade!

Aqui vão algumas palavras do seu poema “NOVOS RUMOS”, publicado na coletânea “Poemas e Memórias”, homenagem da Academia Pontaporanense de Letras a Ponta Porã, quando da passagem de seu Centenário, em 2012.

“Desejaria que a PAZ

Estivesse em todos meus irmãos

Que todos vivessem unidos

Sem tantas discriminações

Não posso mudar o mundo

Mas posso ter a PAZ comigo

Desejo a PAZ a todo mundo

Principalmente a meus amigos”

*Nivalcir Almeida

Deixe sua opinião

%d bloggers like this: