Homem com Covid-19 foge de hospital na fronteira e se interna na Capital

Quase 40 dias depois de registrar o primeiro caso do novo coronavírus, a cidade de Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande, confirmou a segunda pessoa infectada pela doença, um paciente, de 52 anos de idade, fugiu ontem (4) do Hospital Regional da cidade, contratou ambulância por conta própria e foi para a Capital, onde se internou no Proncor.

A secretaria de saude de Ponta Porã informou hoje que o homem chegou de São Paulo no dia 26 de abril e após apresentar os sintomas da doença procurou ontem o hospital da cidade. Ele ficou apenas algumas horas no hospital e à tarde fugiu do local e foi para a Capital.

O primeiro caso de covid-19 em Ponta Porã tinha sido confirmado no final de março. A mulher de 42 anos de idade ficou duas semanas na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e se curou da doença.

Uma semana após ela ser diagnosticada com coronavírus, o marido dela teve de ser notificado pela prefeitura para cumprir o isolamento, já que vizinhos denunciaram que ele circulava pelo bairro.

Ponta Porã é vizinha de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, mas barreiras do Exército e cercas de arame farpado separam atualmente as duas cidades.

Campo Grande News*

1 Comment

  • Infelizmente nossa imprensa ao invés de apoiar nossos profissionais da saúde preferem ridicularizar pessoas que estão na linha de frente pra atender pessoas menos favorecidas que não tem planos de saúde 5 estrela e podem optar pelo conforto …mas garanto q nosso hospital está preparado com excelência profissional e estrutural pra atender todos nós que se porventura necessitar …Parabéns Hospital Regional Dr José de Simone Neto ,Instituto Acqua e nossos profissionais da saúde que estão totalmente focados em atender.

Deixe sua opinião