Com recorde no Sul e Centro-Oeste, país soma 56.109 óbitos

Dados revelados pelo consórcio do grupo UOL as regiões Centro-Oeste e Sul registraram hoje o maior número de novas mortes em decorrência da covid-19 desde o início da pandemia. Foram respectivamente, 96 e 74 óbitos que passaram a constar dos índices oficiais.

O número total de mortes na região Sul do país cresceu 29% na última semana, segundo esse levantamento. No Centro-Oeste, o aumento foi de 45,4%. Com isso, de acordo com os dados estaduais, o país já soma 56.109 óbitos em decorrência da covid-19 desde o início da pandemia. O número é levemente superior aos 55.961 informados no final da tarde de hoje pelo Ministério da Saúde.

Com o índice registrado hoje, o Centro-Oeste ultrapassou a região Norte (89 novos óbitos) e se tornou a terceira do país com mais confirmações de óbito em 24h. Sudeste (418 novos óbitos) e Nordeste (378) ainda lideram como as mais afetadas pelo novo coronavírus. Embora tenha menos casos notificados do que o restante do país, os estados do Sul começam a demonstrar em suas curvas comportamento semelhante ao que ocorreu nas últimas semanas no Centro-Oeste, ou seja, de aceleração. Em média, o Rio Grande do Sul registrou 17 novas mortes por dia na última semana, valor 36% maior do que a semana anterior. A média de Paraná foi de 19 óbitos diários (6% a mais que os sete dias anteriores) e de Santa Catarina, 9 (49%). Três estados do Centro-Oeste tiveram o maior percentual de crescimento do número total de mortes no país desde a última sexta-feira (19).

Mato Grosso soma 504 mortes e registrou, em média, 22 novos óbitos por dia na última semana. Goiás contabiliza 425 vítimas, com média diária de 17 novos registros. No Mato Grosso do Sul, 65 pessoas já morreram em decorrência da covid-19, são, em média, 3 por dia. Na região, o maior número de óbitos foi registrado no Distrito Federal: 532. Esse número é 34% maior do que o total de vítimas até a última sexta-feira (19) e, desde então, 19 pessoas, em média, morreram no DF com diagnóstico confirmado de coronavírus.

Por UOL

Recomendamos:

loading…
🔥30

Deixe sua opinião