Wilson Scappini, acusado de assassinar juíza é preso no Paraguai


“O diabo se apoderou de mim”, disse o detido. Ele admitiu à polícia que estava muito drogado e bêbado. A Promotoria investiga a morte da juíza de Hernandarias distrito de Alto Parana (PY), o suspeito de cometer o crime foi preso.

A agente fiscal Natalia Montania investiga o homicídio da juíza de Diana Eveline Merelles Duarte. As circunstâncias do evento são investigadas. Presume-se que a magistrada tenha sido morta com um objeto contundente. Além disso, eles a encontraram com um fio em volta do pescoço.

O corpo da mulher foi encontrado em um dos corredores da sede judicial da cidade, por volta das 18h30. O principal suspeito é o Guarda patrimonial Wilson Miguel Scappini Villalba (28), que fugiu após cometer o assassinato.

Publicidade:


Brasiguaionews com informações de Duarte Solis Noe

loading…
🔥705

Deixe sua opinião