“O vô tá on”: Nenê faz 5º hat-trick da carreira e alcança a artilharia do Brasil em 2020 pelo Fluminense

Herói da classificação tricolor na Copa do Brasil, meia chega a 15 gols no ano, deixa Gabigol e Cano para trás e se iguala a Tiago Orobó, do Fortaleza, como artilheiro do país na temporada

“Já?! Tudo isso?! Caraca…”.

Foi assim que Nenê recebeu a notícia de que, com seis gols, já é o artilheiro da Copa do Brasil até aqui (assista no topo da matéria). Mas a artilharia do meia, de 39 anos, vai além: com o hat-trick desta terça-feira, na vitória do Fluminense por 3 a 0 sobre o Figueirense, o camisa 77 chegou a 15 gols na temporada e se igualou a Tiago Orobó, atacante que fez 14 pelo América-RN e um pelo Fortaleza, seu atual clube. Ambos são os artilheiros do Brasil em 2020.

Os gols que garantiram a classificação tricolor à quarta fase da Copa do Brasil entraram também em outra lista: esta foi a quinta vez na carreira que Nenê fez um hat-trick, e a primeira pelo Fluminense. A última havia sido em maio de 2016, quando defendia o Vasco, na vitória por 4 a 0 sobre o Sampaio Corrêa, na estreia da Série B – além dos gols, o meia deu uma assistência na ocasião.

Antes disso, Nenê acumulava hat-tricks pelo Paris Saint-Germain (França), Alavés (Espanha) e Al-Gharafa (Catar). Além de muitos “quases”… Em 25 jogos, o meia saiu de campo com dois gols, a um de repetir o feito. Só este ano, inclusive, o camisa 77 marcou duas vezes em três oportunidades: contra o Botafogo, Moto Club e Internacional.

Os hat-tricks da carreira de Nenê:

  • 25/08/2020 – Fluminense 3 x 0 Figueirense
  • 14/05/2016 – Sampaio Corrêa 0 x 4 Vasco
  • 23/11/2013 – Al-Gharafa 6 x 2 Umm-Salal
  • 13/05/2012 – PSG 3 x 0 Rennes
  • 18/09/2005 – Alavés 3 x 4 Getafe

Para, enfim, chegar ao quinto hat-trick de sua história, Nenê fez o seu primeiro gol de falta no Maracanã como jogador do Fluminense. O até então único com a camisa tricolor havia sido contra o Moto Club, também pela Copa do Brasil, mas logo na estreia. Já de pênalti, foi o sétimo dos 15 marcados no ano.

– Não tem nem como explicar… Foi realmente incrível, especial. Não tinha feito gol de falta ainda no Maracanã. Uma pena não ter a nossa torcida para estar presenciando ao vivo. Mas fico muito feliz de ter feito esses gols… O pênalti eu não esperava, né?! Caraca, será que vai rolar um hat-trick?! Graças a Deus, pude converter o pênalti também – disse por intermédio da assessoria do Fluminense, após a partida.

– Mas a minha maior alegria é a gente ter classificado, é uma Copa que realmente temos muita confiança, que podemos chegar até o final. É um sonho de todos nós. Até falei isso antes do jogo… Para mim, seria um sonho conquistar a Copa do Brasil com essa grande camisa, esse clube maravilhoso. A gente está firme na luta e no caminho certo – acrescentou.

Globoesporte.com*

🔥23

Deixe sua opinião