Moradora em São Paulo procura pais biológicos em Ponta Porã

Fruto de doação ainda bebê, Natasha Munhoz Leandro, natural de Ponta Porã e morando em Santos há muitos anos casada e mãe de dois filhos, está à procura dos pais biológicos e familiares, que segundo ela a maioria reside no distrito de Sanga Puitã. Pelo menos é a informação recebida por ela, que desde jovem sempre buscou informações da família, principalmente dos pais biológicos. Natasha conta que recebeu apoio na sua procura da mãe adotiva, Rosana.

“Quando eu era pequena, minha mãe biológica trabalhava para a Rosana. A Rosana é minha mãe de criação. Eu fui deixada no hospital de Ponta Porã, porque eu tinha que fazer um tratamento em São Paulo. O que sei é que minha mãe biológica não tinha condições de arcar com os custos, então me deixou lá.

A Rosana soube o q aconteceu, e foi até o hospital para ver como eu estava junto com meu pai biológico. Então meu pai me deu para Rosana. Na minha certidão já está com o nome da minha mãe de criação já a Rosana na época tinha uma loja de roupas, minha mãe fazia faxina para ela.

Essa foi a história que minha madrinha passou”, conta Natasha. Hoje ela é técnica em logística em uma empresa na cidade litorânea de Santos (SP).

 Natasha conta que ficou sabendo em suas buscas que um irmão tinha na época tinha um ferro velho na divisa de Ponta Porã com Pedro Juan Caballero. O nome dele era Osvaldo”, relata. “Estou na esperança de alguém está procurando uma irmã ou filha com as mesmas informações. A minha família é pobrezinha, minha madrinha falou”, conta ela.

Ela relata que “o que me passaram é que meus pais são paraguaios.  No meu registro está que sou de Ponta Porã, nascida no dia 03/04/1991 . Só quero encontrar minha família”, diz Natasha.

Diante de tudo, ela acredita que a família seja residente no distrito de Sanga Puitã.

Fonte: Conjecturas

🔥1.3 K

Deixe sua opinião