Pai faz vídeo agredindo filho menor: ‘Eu vou te bater mais!’; polícia investiga

Uma guarnição do 4° Batalhão foi designado para acompanhar o conselho tutelar até o Bairro Boa Vista em Ponta Porã para acompanha-los, após um vídeo ser enviado com possíveis agressões a uma criança. tendo em vista que no dia anterior o conselho e outra equipe policial compareceram na residência após denúncia de lesão corporal contra a vitima N. D. C. (Menor de idade), após estarem no local o possível autor não foi localizado.

Em continuidade a ocorrência na data de hoje (29) a Policia Militar foi acionada novamente para acompanhar o conselho tutelar no intuito de localizar novamente o o autor identificado como E.D.A profissão entregador de peças, chegando ao local foi feito contato com a mãe acima mencionada, onde a mesma desobedeceu às ordens legais dos conselheiros tutelares e da equipe policial acarretando o crime de desobediência foi necessário o uso de algemas para resguardar a integridade física da mãe.

A Força Tática realizou diligencias para localizar o autor que foi encontrado nas proximidades de Sanga Puitã, foi feita a verbalização para abordagem do indivíduo onde o mesmo desobedeceu e resistiu as ordens emanadas pela equipe policial, onde foi necessário o uso progressivo da força para conter o indivíduo, foi necessário o uso da algema para preservar a integridade física da equipe policial e do mesmo.

O inquérito esta sendo conduzido pela delegada Analu Lacerda Ferraz, o pai da criança vai responder pelos crimes de Tortura qualificado quando o crime é cometido contra criança. Submeter criança ou adolescente sob a sua autoridade, guarda ou vigilância a vexame ou constrangimento.

O procedimento criminal foi instaurado, os pais estão sendo processados criminalmente, as crianças estão em local seguro e acompanhadas pelas redes de apoio e proteção.

Ocorre que é vedada a a exposição excessiva de menores de idade em sites, grupos de whatssap, pois existem leis que defendem e regulamentam essa exposição excessiva e também a finalidade com que são usadas fotos, vídeos e outros materiais. O ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente, dispõe legalmente sobre a proteção dos menores, garantindo alguns fatores como: inviolabilidade física e psíquica, preservação da sua imagem, identidade, autonomia, valores, ideias e crenças, espaços e objetos pessoais.

Também atribui no art. 18 a qualquer pessoa, responsável ou não, o dever de velar pela dignidade de toda criança ou adolescente.

2 Comments

  • deixo aqui minha minha indignação, espero que essa criança esteja bem e os pais presos, isso nao se faz. Que a justiça seja feita

  • Cuanta indignación, como dos padres pueden hacer eso a sus hijos, que clase de descerebrados hacen eso a un niño que solo merece amor y ser feliz. Solo espero que se haga justicia y que esos niños nunca mas vuelvan a estar a cargo de esas personas que no merecen ser llamados padres.

Deixe sua opinião