Projeto busca declarar “estado de exceção” em Amambay diante da onda de violência


O senador Blas Llano apresentou um projeto de lei através do qual propõe declarar um “estado de exceção” em Amambay por um período de 60 dias, tendo em vista os últimos episódios de violência e insegurança naquela região do país.

O senador liberal Blas Llano apresentou nesta segunda-feira ao Senado o projeto de lei “Que declara estado de exceção no departamento de Amambay”.

Em sua argumentação, o legislador fala sobre o flagelo do narcotráfico que traz terríveis consequências no dia a dia, com múltiplos atos de violência no país, principalmente naquela região.

Diante desse quadro preocupante, propõe-se recorrer à figura do “estado de exceção”, prevista no artigo 288 da Constituição Nacional, por considerar que “seria ilógico continuar agindo da mesma forma contra esse inimigo da democracia, esperando um resultado diferente. “

A proposta é prorrogar esta medida por um período de 60 dias, para que o Presidente da República possa arbitrar os mecanismos necessários para ordenar que as Forças Armadas e a Polícia Nacional “se comprometam sem demora” com o restabelecimento da regra. de direito neste departamento do norte do país.

“Este terrível adversário que hoje domina nossa sociedade deve ser desmascarado e detido, antes que transforme o Paraguai no que se chama de Estado Fracassado na ciência política”, ressalta Blas Llano em sua nota de apresentação do projeto.

Deixe sua opinião