Paraguaio é baleado em Campo Grande

Um homem de nacionalidade paraguaia foi crivado de mais de 50 tiros na cidade brasileira de Campo Grande, capital do Estado de Mato Grosso do Sul. A vítima tinha mandado de prisão em nosso país e operava com outra identidade.

Trata-se de Pablino Luis Chávez (35) que morou em território brasileiro e cuidou de um documento em nome de Isidoro Cáceres. Ele próprio era um foragido da justiça acusado de ser o autor do assassinato da professora, Mirian Beraud, ocorrido em 2013.

O crime ocorreu na rua Engenheiro Paulo Frontin, bairro Jardim Los Angeles, por volta das 23h30. Os assassinos viajavam em uma motocicleta, e 50 cápsulas de calibre 9 milímetros foram encontradas no local.

O homem era conhecido pelo pseudônimo de “Paraguai” e segundo a reportagem do jornal digital Campo Grande Notícias, ele já havia sido autuado pela justiça por tráfico e recebimento de drogas.

Ao saber desse fato, comentou-se que a vítima fatal seria, na verdade, Pablino Luis Chávez. Seus restos mortais foram enterrados no cemitério da cidade de Concepción, de onde ele era.

Deixe sua opinião

%d bloggers like this: