Restituição Imposto de Renda: saiba se você caiu na malha fina

Economia Últimas notícias

Segundo o fisco, dos 1.032.279 documentos na malha fina, 811.782, ou 78,6%, são declarações com Imposto a Restituir; 198.541 (19,2%) das declarações são com Imposto a Pagar e 21.956 (2,1%) delas estão com saldo zero.

Conheça os principais motivos que podem ter feito a sua declaração ser retida, de acordo com a Receita:

  1. Omissão de rendimentos sujeitos ao ajuste anual (de titulares e dependentes declarados);
  2. Deduções da base de cálculo (principal motivo de dedução – despesas médicas);
  3. Divergências no valor de IRRF entre o está em Dirf e o que foi declarado pela pessoa física (falta de informação do beneficiário em Dirf, e divergência entre o valor informado entre a DIRPF e a Dirf).
  4. Deduções do imposto devido;
  5. Recebimento de rendimentos acumulados;
  6. Divergência de informação sobre pagamento de carnê-leão/imposto complementar.

Como saber se estou na malha fina?

A Receita deve enviar, ainda este mês, 444 mil cartas para informar que o contribuinte foi pego na malha fina e pedir a correção dos dados a partir da declaração retificadora.

Também é possível acessar o portal e-Cac para descobrir o status da sua declaração e se ficou alguma pendência ou divergência. Neste mesmo site, é possível fazer a correção de eventuais erros na declaração.

O contribuinte que deseja acessar o e-Cac deve informar o CPF, gerar um código de acesso e senha.

Como saber se vou receber a restituição?

Nesta sexta-feira (23) o fisco liberou a consulta ao quinto e último lote da restituição do IRPF 2022. O órgão deve pagar R$ 1,9 bilhões a mais de 1,2 milhão de brasileiros no dia 30 deste mês.

Para saber se você está dentro desse montante, é possível acessar o site Meu Imposto de Renda e clicar em Consultar a Restituição. Ou então acessar esse link da Receita e informar o CPF, ano da declaração e data de nascimento.

IstoÉ Dinheiro

Deixe sua opinião