Festival de Guarani da UCP se consolida na divulgação da cultura paraguaia

Cultura


O evento já faz parte do calendário cultural da Capital do Departamento de Amambay

Iniciado a 11 anos e somente interrompido pela pandemia da COVID 19, o Festival de Guarani da Universidade Central do Paraguai (UCP) está consolidado como um dos maiores eventos de divulgação e fomento da cultura paraguaia, já que apresenta os usos, costumes e tradições para mais de 16 mil universitários vindos de praticamente todos os estados brasileiros e de outros países para cursar Medicina nas diversas universidades de Pedro Juan Caballero.


A 9ª Edição do Festival de Guarani foi realizado na última sexta-feira (18) na avenida das Nações Unidas em frente à sede 1 da UCP onde um grande palco foi montado para as apresentações artísticas e culturais foi montado. Barracas com comidas e bebidas típicas também foram colocadas à disposição do grande público que compareceu para prestigiar o evento.


O CEO da Universidade Central do Paraguai e criador do curso de Medicina em Pedro Juan Caballero, Carlos Bernardo fez a abertura oficial dom festival e agradeceu em nome da professora Wenceslaa Gómes e do Diretor de Carreiras da UCP, o médico David Aguilera, o empenho de todos que ajudaram para o evento acontecesse mais uma vez e exaltando o povo paraguaio que recebe de braços abertos todos aqueles que escolhem a fronteira para trabalhar, morar ou estudar.
“Tenho certeza que quando vocês concluírem seus cursos de graduação vão levar consigo, além de tudo que aprenderam, o amor o respeito, o carinho e a admiração pelo Paraguai e pelo seu povo”, disse Carlos Bernardo.


Quem compareceu ao evento pode assistir apresentações de artistas renomados da fronteira e saborear pratos típicos como sopa paraguaia, a payagua mascada, kaguyjy, o arroz camby, mandi ‘ bolo ou, mbeju e chipá guazú, cocido e o famoso tereré.


Como parte das atividades os universitários fizeram apresentação de polca paraguaia e recitaram poesias e poemas em espanhol guarani e jopara, uma mistura da língua guarani com o espanhol, bastante falado na fronteira entre o Paraguai e o Brasil.


O festival teve a participação especial do artista fronteiriço Franciel Márquez que subiu ao palco para encantar os presentes com canções regionais paraguaias e música popular brasileira.
Franciel Márquez é uma figura conhecida da televisão paraguaia por sua participação no programa Canta Conmigo Paraguai transmitido pela Telefuturo, um dos maiores grupos de comunicação daquele país.


O festival reúne estudantes de várias universidades de Pedro Juan Caballero e Ponta Porã. (Foto: Assessoria)

Deixe sua opinião