“Carniceiro de Birigui” é preso no Paraguai depois de matar e degolar duas pessoas em São Paulo

0
289
Banner 300x250

A Comissaria Terceira – Bairro Obrero P.J.C no Paraguai.
Informou atraves do comissário Orué a Detenção de pessoa com mandado de prisão no território brasileiro, no âmbito da Operação Centro Seguro e Ano Paha. Aproximadamente às 11:30hs.Via pública, Avenida Carlos Dominguez e Cedro, nesta jurisdição.
Washington Elias Reliquias de Sousa Sarmento, brasileiro, solteiro, 29 anos de idade, residente no estado de São Paulo – Brasil.


Com Mandado de prisão no território brasileiro por
Duplo homicídio, ocorrido em 25/11/2023, na cidade de Birigui, São Paulo – Brasil, conforme informações fornecidas pela polícia do país vizinho.


O pessoal da Comissária Terceira , durante uma abordagem preventiva, procedeu à verificação de um indivíduo do sexo masculino que se encontrava em atitude suspeita e a pé. O mesmo afirmou ser cidadão brasileiro e estar ilegalmente no território paraguaio. Diante disso, ele foi conduzido até a sede desta delegacia para uma melhor verificação. Uma vez aqui, sua documentação foi verificada online e constatou-se que ele é procurado por um caso de duplo homicídio em São Paulo. Além disso, consultamos mais informações com os colegas da polícia brasileira, onde foi confirmado que há um mandado de prisão em aberto contra ele. O fato foi comunicado ao promotor de plantão para os procedimentos cabíveis.

ENTENDA O CASO:
Brutal Duplo Homicídio em São Paulo: Autor Preso no Paraguai após Chocante Confissão à Irmã

Um crime hediondo chocou a cidade de Birigui, no interior de São Paulo. Um homem de 29 anos, identificado como Washington Elias Relíquias de Souza Sarmento, foi preso no Paraguai nesta sexta-feira após confessar à sua irmã que havia degolado um casal na capital paulista.

As vítimas foram identificadas como Jimmy Pereira da Silva, de 21 anos, e Caroline Batista Froes, de 22 anos. Os corpos sem roupas foram encontrados lado a lado em uma residência no bairro Parque das Nações, em Birigui.

De acordo com o boletim de ocorrência, Washington ligou para sua irmã e detalhou o terrível ato que havia cometido. Após receber a denúncia, a irmã do autor entrou em contato com a polícia e relatou o crime. O caso ocorreu na última quinta-feira (23).

Ao chegarem à residência indicada, os policiais se depararam com uma cena macabra. Os corpos apresentavam cortes profundos no pescoço e estavam envoltos em um lençol. As vítimas não residiam na casa onde foram encontradas.

A Polícia Civil está investigando as motivações por trás desse duplo homicídio brutal. O Secretário de Segurança pública do município de Ponta Porã-MS Marcelino Nunes de Oliveira esteve na Comissária tercera conversando com o Comissário principal Orué onde foi informado que o elemento deverá ser expulso do país e entregue às autoridades Brasileira depois de todos os trâmites da justiça paraguaia.

Relacionado

Deixe sua opinião