Carlos Bernardo incentiva proatividade aos futuros médicos da UCP    

0
68
Banner 300x250

Em recente reunião com os alunos do internato de Medicina da Universidade Central do Paraguai (UCP), o criador do curso em Pedro Juan Caballero, Carlos Bernardo, falou desta ultima fase do aprendizado acadêmico e dos desafios que os internos enfrentam antes de receber o diploma. A experiência nos hospitais, onde os futuros profissionais estão conhecendo os diversos ramos da Medicina, na prática, pode ser um divisor de águas e indicar a especialidade que eles pretendem atuar.

Carlos Bernardo lembrou que o mesmo empenho e comprometimento em sala de aula devem ser empregados neste momento e todo o conhecimento passado pelos médicos preceptores, que os acompanham nos estágios e rotações nos hospitais conveniados com a Universidade Central do Paraguai (UCP).

“Tomem a iniciativa, sejam proativos e responsáveis em suas tarefas nesta fase crucial da aprendizagem da profissão médica, cumpram integralmente seus horários, respondam com eficiência às instruções dos profissionais médicos encarregados de dar instruções sobre o atendimento ao paciente, sejam participativos, mostrem o máximo interesse em cada etapa do ensino de seus instrutores e tutores, sejam curiosos. Perguntem e esclareçam dúvidas sobre os procedimentos e se esforcem para aprender ao máximo cada etapa. Estas atitudes contribuirão para a sua formação profissional para cumprir a nobre missão de salvar vidas com pleno conhecimento e a segurança de cumprir o dever apostólico de salvar vidas e restaurar a saúde do paciente”, disse Carlos Bernardo.

O diretor da UCP lembrou também que cabe a instituição oferecer a melhor educação, os meios para que cada aluno tenha uma estrutura digna em todas as fases de aprendizagem, mas que os alunos são responsáveis em fazer a parte deles e se esforçarem o máximo durante a fase acadêmica e após formados nos cursos de aperfeiçoamento e especialização.

A palestra foi acompanhada de professores doutores e egressos da UCP que já estão no mercado de trabalho e alguns até atuando na instituição. O Estágio de Graduação em Medicina faz parte integrante do Currículo das Escolas e Faculdades de Medicina e tem duração mínima de 12 meses.

Relacionado

Deixe sua opinião