PC MS deflagra 2ª fase da operação “Bypass” e prende chefe de organização criminosa em São Paulo

0
167
Banner 300x250

Polícia Civil do Mato Grosso do Sul deflagrou nesta terça-feira, 06/02, a 2ª fase da operação “Bypass”. Uma equipe da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros – GARRAS se deslocou até São Paulo-SP e deu cumprimento a um mandado judicial de prisão e dois de busca e apreensão contra um dos chefes de organização criminosa com atuação nacional, voltada para prática de crimes na modalidade “Cangaço Digital”

As ordens judiciais foram expedidas após representação do GARRAS, em investigação de furto qualificado mediante fraude com utilização de dispositivo informático, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

As investigações apontam que L.F.Z. (29) é um dos “cabeças” da organização criminosa responsável pelo furto qualificado que subtraiu quase R$1,5 milhão de um Banco/Instituição financeira de Campo Grande-MS.

A referida organização já teria praticado este tipo de delito, com lucros milionários, em outros Estados da Federação, possuindo tentáculos em âmbito nacional.

Após a prisão de funcionários do banco, bem como intermediários, uma equipe do GARRAS identificou um dos chefes da organização, que tem sua sede no Estado de São Paulo.

Com isso, a autoridade policial representou pela prisão preventiva do suspeito, bem como buscas em suas residências, que foram deferidos pelo Poder Judiciário.

Em posse dos mandados judiciais, equipes do GARRAS se deslocaram até São Paulo/SP, cumprindo-os com êxito. Sendo assim, L.F.G. foi recambiado para o GARRAS, para realização dos devidos procedimentos legais.

Relacionado

Deixe sua opinião