Irã ataca duas bases na “Capital Americana” no Iraque

O Conqueror 313, que faz parte da família Conqueror, tem um alcance de 500 quilômetros e usa combustível sólido composto e usa um míssil guiado até o final da rota.

Duas bases no Iraque que abrigam forças americanas e iraquianas foram atingidas por mais de uma dúzia de mísseis iranianos na noite desta terça (7) – madrugada de quarta (8) no horário local -, informou o Pentágono.

A base aérea de Ain Al-Asad, no oeste do país, é uma das que foram atingidas, e a outra está em Erbil, na região curda do Iraque. A Guarda Revolucionária do Irã assumiu a responsabilidade pelos lançamentos dos mísseis a ambas as bases.

Resumo dos acontecimentos:

  • mais de 12 mísseis foram lançados pelo Irã contra 2 bases no Iraque que abrigam forças americanas e iraquianas
  • o Pentágono confirmou o ataque, o Irã assumiu a responsabilidade e ameaçou realizar ataques dentro dos Estados Unidos se os americanos revidarem a ofensiva
  • a ação é vingança pelo assassinato do general iraniano Qassem Soleimani
  • houve relatos iniciais de vítimas iraquianas, que não foram confirmados
  • o presidente americano, Donald Trump, escreveu um tuíte em resposta ao ataque: “está tudo bem!”
  • preço do petróleo subia no mercado futuro por volta de 22h (horário de Brasília)

Segundo avaliação inicial dos Estados Unidos, os mísseis atingiram áreas da base que não eram ocupadas por americanos e não há vítimas do país. Um militar americano afirmou à rede de televisão americana CNN que as forças armadas tiveram um aviso antecipado do ataque, e que as pessoas tiveram tempo de se abrigar em bunkers.

Distância do lançamento de foguetes para Ain al-Assad

G1

🔥69

Deixe sua opinião