Operação do Gaeco prende comandantes da Polícia Militar em Dourados e outras cidades

Denominada ‘Avalanche’, a terceira fase da Operação Oiketicus, que apura facilitação por parte de agentes de segurança pública no contrabando de cigarros contrabandeados do Paraguai, mira o comando da Polícia Militar de Dourados e outros municípios de Mato Grosso do Sul. 

A ação foi deflagrada em conjunto com a Corregedoria na manhã desta sexta-feira (15/5).

Conforme apurado pelo Dourados News, o comandante da PM local, tenente-coronel Carlos Silva, foi preso preventivamente e encaminhado à sede do Batalhão. O mesmo ocorreu com mais seis oficiais superiores de outras cidades. 

Pela manhã, agentes do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) foram à residência dele, no bairro Santa Fé, na presença de um promotor de Justiça para cumprir mandados de busca e apreensão, levando documentos do local. 

A Operação Oiketicus foi deflagrada pela primeira vez no dia 16 de maio de 2018 e apura suspeita de pagamento de propinas a policiais que facilitavam o tráfego de veículos com cigarros contrabandeados pelas rodovias de Mato Grosso do Sul.  

Os valores desembolsados pelos criminosos aos servidores corruptos variavam de acordo com o cargo ocupado por eles. 

Dourados News tentou contato com a assessoria de imprensa do Ministério Público Estadual, mas até o momento não obteve retorno. 

douradosnews

Deixe sua opinião

%d bloggers like this: