Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Nessa terça-feira, 18, a prefeitura realizou diversas ações de conscientização em virtude do dia nacional de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. Diariamente crianças e adolescentes são expostos a diversas formas de violência nos diversos ambientes por eles frequentados. Dessa forma, a família, a sociedade e o poder público, devem ser envolvidos na discussão e nas atividades propostas em relação à prevenção ao abuso e exploração sexual, alertando principalmente que as vítimas, em sua grande maioria, não têm a percepção do que é o abuso sexual.

A violência sexual de crianças e adolescentes pode ocorrer em várias idades (incluindo bebês), e em todas as classes sociais, podendo ser de várias formas, como:

Abuso sexual: a criança é utilizada por adulto, ou até um adolescente, para praticar algum ato de natureza sexual;

Exploração sexual: usar crianças e adolescentes com propósito de troca ou de obter lucro financeiro ou de outra natureza em turismo sexual, tráfico, pornografia, ou também em rede de prostituição.
E durante todas as atividades educacionais a questão que se levantou é, “ Violência também acontece na internet? ”, e a resposta é, Sim. É missão dos pais e responsáveis estarem atentos ao tipo de conteúdo que seus filhos produzem para a internet ou consomem, com quem falam e o tipo de conversa que têm, principalmente com estranhos.

Sendo responsabilidade dos pais e responsáveis preservar a integridade física e moral das crianças e adolescentes, deve-se medir até onde deve ir a intimidade dos filhos.
A Secretaria de Assistência Social, Simone Castilho, falou sobre a data. “Hoje é um dia de conscientização e a nossa missão é despertar na sociedade que é de suma importância nosso dever de preservar nossas crianças e adolescentes da violência e abuso sexual, a amadurecimento prematuro sexual ou a exposição moral que muitos dos nossos pequenos sofrem é algo a ser combatido e nós iremos permanecer nessa luta”. Disse Simone.

Para Marcelo Oliveira, Prefeito de Antonio João, os pais e responsáveis precisam permanecer atentos aos sinais de que algo de errado possa estar acontecendo com seus filhos. “Os pais, mães e responsáveis precisam estar atentos no que seus filhos fazem dentro da internet, pois é ali onde tudo começa e pode terminar. Quantas crianças e adolescentes se expõem e tem sua integridade moral exposta e destruída na internet? Eu peço a todos que conversem com seus filhos, não tenham medo de adentrar na vida deles, é preciso atenção e responsabilidade, a privacidade dos pequenos termina quando é mau usada”, ressaltou o prefeito.

Assim que for identificada a violência sexual, antes mesmo de conversar com a vítima, é importante entrar em contato com profissional que possa colaborar e dar o encaminhamento correto de acordo com o caso, conforme a Lei nº. 13.431/2017.

Havendo alguma suspeita é possível fazer a denúncia por meio do canal Disque 100. A ligação é gratuita, funciona todos os dias da semana, por 24h, inclusive sábados, domingos e feriados. A denúncia pode ser feita também na Polícia Militar, pelo número 190, ou Polícia Rodoviária Federal, pelo 191. O sigilo é garantido, e as ligações podem ser feitas por aparelhos fixos ou móvel.

(Brasiguaionews)

Antonio João, Últimas notícias

Deixe sua opinião

%d bloggers like this: