Presídio é invadido pela polícia em busca de evidências de crimes ocorridos em Pedro Juan Caballero


O Ministério da Justiça do Paraguai autorizou uma operação no presídio regional de Pedro Juan Caballero, onde uma delegação busca elementos relacionados ao crime quádruplo, no qual uma das vítimas era filha do governador de Amambay.

 “ procedimento está em andamento, estão funcionando sem incidentes até agora, isso é feito com a nossa autorização”, confirmou a ministra da Justiça, Cecilia Pérez, .
Esclareceu que no momento não pode dar mais detalhes, mas informou que a delegação da polícia fiscal está em busca de provas como telefones, no âmbito da investigação do crime quádruplo perpetrado na madrugada de sábado, 10 de outubro, em Pedro Juan Caballero.

O Cryo. César Silguero, diretor de Atos Puníveis, confirmou de manhã que a cela do acusado de tráfico de drogas, Faustino Román Aguayo Cabañas, foi invadida, mas os resultados serão divulgados assim que a operação for concluída.

Hailé Acevedo, filha do governador de Amambay, Ronald Acevedo; Osmar Vicente Alvarez, vulgo Bebeto, suposto alvo dos pistoleiros; Kaline Reinoso de Oliveira (22) e Rhamye Jamilly Borges (20), ambos brasileiros e estudantes de medicina, foram os mortos no ataque.

Últimas notícias

Deixe sua opinião

%d bloggers like this: