Saúde imuniza contra gripe no comércio escolas de Ponta Porã 

Equipes da secretaria de saúde realizaram vacinação no centro da cidade 

A secretaria de saúde de Ponta Porã aumentou seu poder de atuação na Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe. Além dos postos de imunização em todas as unidades de saúde e da carreta da saúde no Centro de Convenções, os profissionais, agora foram a campo e estão vacinando nas escolas e no comércio na área central do município. 

De quarta até sexta-feira, os profissionais de saúde estarão nas ruas do comércio de Ponta Porã para imunizar o maior número de pessoas do considerado público prioritário. De acordo com Ministério da Saúde, os grupos prioritários para a vacinação da Influenza são os idosos acima de 60 anos de idade; trabalhadores da saúde; crianças de 6 meses a 5 anos incompletos; gestantes e puérperas; povos indígenas; professores; pessoas com comorbidades ou com deficiência permanente; integrantes das forças de segurança, de salvamento e Forças Armadas; caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso; trabalhadores portuários; funcionários do sistema prisional; população privada de liberdade e adolescentes cumprindo medidas socioeducativas. 

De acordo com Isabela Pini Guerreiro, gerente da Vigilância em Saúde da Prefeitura de Ponta Porã, o município não atingiu metas na atual campanha e a ação desta semana visa aumentar o número de imunizados. “O objetivo é aumentar o número de vacinados do grupo prioritário, a procura pela vacina por esse grupo é baixíssima. Para que a vacinação seja aberta a toda a população, o Ministério da Saúde estipula metas. Então resolvemos sair a campo para aumentar o número de vacinados dos grupos prioritários. A partir desta quarta feira, até a sexta, pensando no público que trabalha, daqueles que estão nas filas dos bancos e no comércio em geral e que normalmente são pessoas que estão em suas atividades profissionais nos horários em que os postos de saúde estão abertos, ficam assim impossibilitados de buscar a imunização. Por isso, a secretaria de saúde do município resolveu usar essa estratégia de sair no comércio, instituições e escolas, para atingir o maior número de pessoas vacinadas nesses grupos prioritários”, declarou Isabela. 

Saude, Últimas notícias

Deixe sua opinião

%d bloggers like this: