Bolsonaro cresce, mas Lula é favorito nas empresas de apostas

A empresa de apostas on-line Betfair Exchange, conhecida por oferecer investimentos em jogos de futebol, foi a 1ª a lançar apostas para as eleições presidenciais de 2022 no Brasil. É também a maior do segmento conhecido como betting trade (bolsa de apostas) no mundo. O Poder360 acompanhou as cotas oferecidas para os candidatos ao Planalto.

Nas apostas, a lógica é a seguinte: quanto mais favorito é o candidato segundo o algoritmo da empresa, menor o prêmio para os apostadores.

As odds (chances, em português), são cotações definidas por probabilidade. Consideram fatores como estatísticas, histórico dos candidatos e notícias recentes. No entanto, as apostas feitas pelos próprios jogadores limitam o valor.

Até a publicação desta reportagem, já foram apostados R$ 9,1 milhões na corrida presidencial brasileira só na plataforma da Betfair.

Cresceram as apostas para reeleição do atual presidente, Jair Bolsonaro (PL). Na 5ª feira (8.set.2022), a vitória do atual chefe do Executivo pagaria R$ 2,25 por real apostado, o menor pago até hoje. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) traria um retorno de R$ 1,53, mas já chegou a pagar R$ 1,30. Na 3ª posição, tem Ciro Gomes (PDT) que renderia R$ 51.

Nesta 6ª feira, o petista voltou a crescer na preferência dos apostadores. Na hora da publicação deste texto, a vitória de Lula tinha cota de R$ 1,40, contra R$ 2,50 para um triunfo de Bolsonaro.

Bolsonaro cresce, mas Lula é favorito nas empresas de apostas© Fornecido por Poder360

Assim como as pesquisas, as empresas de apostas também não são infalíveis. As cotas Betfair não ajudaram a prever o vencedor das eleições norte-americanas de 2016. No dia do pleito, a cota era de US$ 1,36 e indicava a vitória de Hillary Clinton. No entanto, ela foi derrotada por Donald Trump. A Betfair pagou mais de 7 vezes os valores apostados no republicano.

Nas eleições presidenciais de 2020, nos EUA, a empresa “acertou”. A cota era de US$ 1,36 para o eventual vencedor, Joe Biden, contra US$ 4,50 para o Trump.

Poder360

Deixe sua opinião

%d bloggers like this: