Detentos foram condenados por fuga em presídio de PJC

Foi durante o Julgamento Oral e Público que terminou na tarde de ontem, quarta-feira (21), o Tribunal decidiu por unanimidade condenar Nicolás a pena privativa de liberdade de 1 ano Cano Centurión, Oscar Bordon Blanco e Pedro Anastasio Gauto, pelo ato punível de tentativa de libertação de reclusos, por outro lado, outro dos detidos pelo fato, Alexandre Leguizamón foi absolvido de culpa e punição por não terem participado no acto foi provado.

O Tribunal de Sentença foi composto pela Juíza Marcelina Quintana (Presidente), Mirna Soto González e Edgar Ramírez como membros titulares.

Três pessoas foram presas em flagrante em 2 de outubro de 2018, quando se encontraram escavando dentro de uma casa no bairro de Santa Ana do bairro San Juan Neuman, o túnel foi direcionado para a Penitenciária Regional e tinha 12 metros de comprimento s aproximadamente.

Mais tarde, depois que a polícia descobriu o túnel, a quarta pessoa supostamente envolvida em cuja residência foi levada a terra extraída na escavação foi presa.

Nesse sentido, o Tribunal decidiu que os envolvidos continuaram privados de liberdade, tendo em vista que também foram encontradas drogas no local, mantendo-se o julgamento do caso. 4 anos, no entanto, o Tribunal concedeu 3 anos de prisão aos três, enquanto Alexandre Leguizamón foi absolvido de culpa e punição.

Deixe sua opinião

%d bloggers like this: