Túnel cavado por idoso que morreu buscando tesouro é mais profundo que estação de metrô de SP

0
575
Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros MG
Banner 300x250

Motivado pela busca de um tesouro “revelado em sonho”, o idoso João Pimenta da Silva, de 71 anos, investiu tempo, esforço e dinheiro para escavar um buraco sob o piso de sua residência. Mas a empreitada resultou em uma tragédia nesta quinta-feira, 4, após ele morrer ao cair no buraco de mais de 40 metros de profundidade que escavou em sua casa, em Ipatinga (MG). 

Segundo pessoas que o conheciam relataram ao jornal O Globo, ao longo de um período que varia entre quatro, seis e até mais de 12 meses, João cavou o buraco abaixo do solo, com profundidade comparável a média das estações de metrô de São Paulo.

Terra*

Relacionado

Deixe sua opinião